CPLEC

Centro Espírita Cantinho de Paz, Luz, Esperança e Desde 1965Caridade

Auto-Domínio

Auto-Domínio

Examina, com serenidade, o julgamento dos outros para contigo. A precipitação das tuas respostas pode te colocar ao nível deles.



Não favoreças ambiente de defesa própria, sem primeiro saber o que estás falando. O muito falar não te põe em paz com a consciência.

Não respondas aos ataques, apressadamente. Em muitos casos, é preferível permanecer calado, para que o fermento da discórdia não ultrapasse as tuas forças. O teu procedimento cristão pode ajudar o caluniador a esquecer a maledicência.

Domina os teus impulsos de defesa cega, não esquecendo que quem ofende ainda se encontra preso e torturado pela ignorância.

Espere um pouco antes de responder a qualquer pessoa. E, em quaisquer assuntos, o espaço e tempo servir-te-ão como inspiração divina.

A música que agrada a todos é dinamizada por essa lei.

Não queiras te assemelhar aos outros no mal que, por ventura, faça mas esforça-te por todos os meios possíveis, a igualá-los no bem que pratiquem.

O autodomínio é escola engenhosa, que depende de muito esforço. No entanto, não percas o ânimo de ser um dos alunos desse educandário.

A escrita divina registra milhares de criaturas empenhadas verdadeiramente em se educarem, e, para tal, coloca-se com as tuas forças.

A mente humana está viciada nas condições de vida que leva.

Eis que a hora é chegada da reforma individual. Começa hoje, pois amanhã já é outro dia.

Faze uma autópsia na tua vida, e se os teus atos te trouxerem tristezas, não acuses a ninguém, pois todos caminham nos mesmos processos evolutivos, lutam com os mesmos obstáculos e, no fundo, procuram os mesmos objetivos, que são: Sabedoria e Amor.

O insensato é teu irmão em Cristo, embora desconheça o suprimento inesgotável que tem no coração. Quando te arremessa pedradas é porque te compara a uma árvore frutífera, e sente fome ao te encontrar.

Se ainda não esqueceste o ódio e a vingança, serás como a figueira da narração evangélica. Se o amor figurar como ambiente de vida, saciar-se-ão a fome e a sede de todos. E quanto mais deres, mais terás para distribuir.

Coloca tuas mãos a serviço da disciplina de ti mesmo, e abraça a educação dos teus modos, porque desta forma estarás ajudando a inspiração coletiva a fazer o mesmo, em nome da vida e de Deus.




Fonte:

Pelo Espírito: CARLOS

Psicografia: JOÃO NUNES MAIA

Do livro: Tuas Mãos